Por Ivan Pessoa

***

A história inicial do cinema é uma soma ocasional entre coragem e genialidade. Para os padrões dos anos 20, a experiência de Douglas Fairbanks em ‘Robin Hood‘ custaria 1 milhão e 400 mil dólares, diga-se de passagem: o maior orçamento até então, cujos riscos não eram de todo assimilados. Naquele mesmo período, e a reboque de tamanha inovação para a época, a obra de Marie Stopes sobre métodos contraceptivos (‘Married life‘) seria levada para as telas em: ‘Amor e casamento‘,desencadeando um conjunto de discussões até então inéditas sobre sexualidade e contracepção. Durante os inovadores anos 20, Buster Keaton seria batizado pelo mágico Houdini; no mesmo período em que D.W.Griffith inventaria a linguagem cinematográfica: plano médio, close-up, tracking shot, travelling, corte cruzado.

Como a história daquele cinema era a soma ocasional entre coragem e genialidade, ou seja, algo em crescente reinvenção, e à procura de um gênio inaugural – nada mais natural que esperar surgir alguém que se gabasse de ser tão bom quanto Shakespeare; alguém que do mesmo modo, e tão seguro de si, roubasse a filha de Eugene O’Neill, Oona O’Neill, das mãos de ninguém menos que J.D.Salinger. A partir daquele criador, tão seguro de si quanto Shakespeare e tão sedutor quanto Salinger, costumo ver não apenas toda a história potencial do gênero estético então nascente, bem como as palavras de Bernard Shaw: “Chaplin é o único gênio produzido pelo cinema.”

Cada vez que vejo essa cena final de ‘Luzes da Cidade‘ – entre Shakespeare e Salinger, entre o trágico e o cômico – as palavras de Shaw se reinventam, fazendo mais sentido:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s